Fio dental pode ser passado a partir dos 6 meses de idade

Mesmo quando só há um dentinho, os pais já podem usar o fio dental para eliminar restos de alimentos que ficam presos na gengiva

 

De fundamental importância para a higiene bucal, o fio dental alcança locais em que a escova de dente não consegue chegar e por isso, tem que ser usado todos os dias, na mesma frequência com que o dente é escovado. E no caso das crianças, o ideal é que ele seja introduzido bem cedo e o exemplo dos pais é peça fundamental para o sucesso dessa tarefa.

Antes do fio, o peito
Mas é importante dizer que os cuidados com a saúde bucal das crianças devem começar antes mesmo delas nascerem. “A gestante deve ser informada e conscientizada da importância nutricional e psicológica da amamentação. O bebê que mama no peito desenvolve mais facilmente a respiração nasal, aprende a mordiscar e a fazer movimentos que facilitarão o desenvolvimento ósseo e muscular da face, o que futuramente ocasionará em uma boa oclusão dentária”, diz Ana Gabriela Batalha, odontopediatra e especialista em periodontia.

E os cuidados não param por aí. Após o nascimento da criança, a higienização bucal de fato, deve começar. “Usando uma gaze ou uma fralda de tecido macio umedecido com soro fisiológico ou água potável, a mãe deve limpar com cuidado a boquinha da criança com a finalidade de remover o excesso de leite da gengiva, bochecha e língua”, diz a especialista.

Fio dental no primeiro dente
Assim que nascem os primeiros dentinhos, entre os 4 e 6 meses, a limpeza da boca do bebê se intensifica e fica mais parecida com a que fazem os adultos. A mãe pode começar a usar dedeiras de borracha que, além de higienizar melhor a boca do bebê, ainda ajudam a aliviar a coceira provocada pela erupção dos dentes, típica dessa fase.

É nessa fase também que o fio dental pode ser introduzido. “Mesmo que a criança só tenha um dente, a mamãe deve passar o fio nas laterais e na parte que faz contato com a gengiva a fim de remover resíduos”, diz Ana Gabriela.

A medida que o bebê vai crescendo também é indicado que a mãe compre escovinhas infantis extremamente macias e com cabeça pequena para fazer a higienização.

Usar sozinhos
Entre os 3 e 4 anos, eles podem ser incentivados a usar o fio dental sozinho. “Nessa fase a criança pode até passar o fio nos dentes, mas é necessário pelo menos até os seis anos, fase em que a coordenação motora deles ainda não é perfeita, que os pais fiscalizem e repassem se for necessário”, diz a especialista.

Exemplo é tudo!
E não é segredo para ninguém que até que cheguem à adolescência, as crianças têm os pais como principal exemplo, por isso, os adultos devem policiar a higiene bucal dos filhos e de si próprios.

“Crianças que observam os pais escovarem os dentes e a língua e passarem fio dental normalmente vão querer imitá-los e juntos, eles poderão fazer disso um hábito que irá se enquadrar na rotina diária da família”, diz Ana Gabriela.

E fazer disso um momento divertido e não de obrigação é muito importante. “Recomendo que os pais cantem musiquinhas sobre dentes, contem histórias, brinquem um pouco com água e ainda usem escovas de dente e fio dentais próprios para as crianças que são aqueles coloridos, com gosto especial ou em formatos ou estampas de personagens que eles gostem”, diz a especialista.

fonte: terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *